Data: 21/02/2010 / Fonte: Jornal de Itupeva

Itupeva/SP – Uma grande névoa ácida e incolor cobriu toda a cidade de Itupeva na noite deste sábado,20,  e deixou os moradores preocupados. Muitos se queixaram de ardência nos olhos e outros de irritabilidade das vias respiratórias.

O motivo foi um novo vazamento de ácido clorídrico, ocorrido na empresa química Tiosertec, localizada na estrada da Mina nº 752, no bairro da Mina, em Itupeva-SP.

Mais pesado que o ar e fortemente irritante, o ácido clorídrico quando exposto ao ar forma vapores corrosivos de coloração branca, motivo pelo qual a cidade foi coberta por uma névoa de aspecto sombrio e irritante. Esse foi o segundo vazamento registrado na empresa Tiosertec, que atua na comercialização e transporte nacional de produtos químicos desde 1984.

Quatro unidades do Corpo de Bombeiros de Jundiaí, comandadas pelo sub-tenente Ulisses, compareceram ao local. Equipados com máscaras e roupas especiais, os militares adentraram ao parque industrial da empresa para conter o vazamento químico.

Segundo o sargento Geraldo, do 2º Sub-grupamento de Incêndio de Jundiaí, o ácido clorídrico que vazou da Tiosertec é uma solução aquosa, fortemente ácida e extremamente corrosiva, devendo ser manuseado apenas com as devidas precauções.

“Esse ácido normalmente é utilizado como reagente químico. A ingestão ou inalação de grande quantidade do ácido clorídrico pode ser fatal. Caso haja contato com a pele pode causar queimaduras gravíssimas e todo o cuidado em seu manuseamento é de suma importância”, disse o militar.

A Cetesb, Polícia Militar, Guarda Municipal e Defesa Civil de Itupeva também compareceram à empresa.

Segundo Marco Randa, coordenador da Defesa Civil de Itupeva, o vazamento aconteceu em um dos cilindros de armazenamento químico de ácido clorídrico, exatamente no mesmo lugar do último incidente.

O vereador Luiz Carlos Izzo, morador da região Central da cidade, notou a presença da névoa química e acionou os órgãos competentes. “Meu nariz coçava e os olhos ardiam. Peguei o carro e fui dar uma olhada no que estava acontecendo. Só aí percebi que mais uma vez o problema havia sido causado pela empresa Tiosertec. Cabe à CETESB, desta vez, agir de forma mais rigorosa, já que não é a primeira vez que o vazamento acontece nesse mesmo local”, disse o vereador que prometeu acompanhar o caso e verificar quais providências serão tomadas pelo órgão responsável.



2 COMENTÁRIOS

  1. Moradores de Itupeva correm grande risco desde a muito tempo com as instalações desordenadas de empresas quimicas e principalmente nas margens de nosso querido ex rio Jundiai,se eu fosse vcs mudariam,pois tem uma empresa por ai que só poderia ser instalada somente em alto mar e algum prefeito a autorizou a instalação dela por aí,qual seria o motivo hemmmmmmmm? cuidadooooo,é sério.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui