Data: 06/06/2016 / Fonte: G1

Goiás – Os trotes nos serviços de socorro causam prejuízo e atraso no atendimento, mas a brincadeira agora vai custar caro. Algumas prefeituras começaram a multar quem chama uma ambulância sem necessidade.

O histórico de atendimento mostra que no ano passado, o Samu, em todo o Brasil, recebeu quase três milhões de trotes que causaram um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão. Só em Goiânia de cada 100 ligações, 25 foram trotes.

Criança: Oi.
Socorrista: Qual a sua urgência?
Criança: Eu tô passando mal.

Socorrista: Você vai continuar passando trote aqui, eu vou ter que mandar a polícia aí mesmo?

Em alguns trotes a central chegou a enviar até duas ambulâncias para fazer o socorro.

Socorrista: Quantas vítimas?
Rapaz: É duas, uma tá dentro do carro.

Casos assim estavam comprometendo o trabalho das equipes e colocando em risco a vida de pessoas.”A gente pode ter perdido uma vida devido ao prejuízo do tempo resposta da chegada da viatura”, fala o diretor-geral do Samu de Goiânia, Dr. Carlos Henrique Duarte Bahia.

A saída foi criar a lei municipal, que multa quem passa trote no Samu de Goiânia. O valor é de R$ 1 mil e pode dobrar em caso de reincidência. A lei é nova. Entrou em vigor em maio, depois de ser divulgada pela prefeitura. Apesar do pouco tempo, já surtiu efeito. O número de trotes caiu 90%.

Mas como multar sem saber quem está do outro lado da ligação? Bem, a lei em Goiânia obriga a companhia telefônica a fornecer os dados do proprietário da linha usada para passar o trote no Samu. E é para essa pessoa que a multa é enviada.

“O responsável é o proprietário. Então é uma maneira de fazer que cada um seja mais consciente com seu telefone”, fala o diretor do Samu.

A prefeitura já está emitindo as primeiras notificações de trote. Com menos ligações falsas, o Samu diz que consegue diminuir pela metade o tempo de espera por atendimento.

Alguns desses trotes são feitos de orelhões. Nesses casos, o Samu verifica o local da ligação e aciona a Polícia Militar para fazer o monitoramento da área para identificar o autor. Passar trote é crime e a pena pode ir de um a três meses de prisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui