Crédito: Reprodução/TV Globo

Fonte: G1

Seis casas desabaram na manhã desta terça-feira (3) no Jardim América, na Zona Norte do Rio. Ninguém ficou ferido. O número de residências foi confirmado pelos moradores, já que os bombeiros afirmam que ainda não têm como definir o número de pessoas que viviam ali.

As residências começaram a apresentar sinais de danos na segunda (2), quando os moradores saíram do local.

“Eu escutei muito estalos e a parede caiu. Aí foi decisivo para ir embora. Ia ser uma tragédia anunciada”, afirmou um morador em entrevista à GloboNews.

Uma moradora lamentou as perdas causadas pela destruição do imóvel. “Eu chorei, um patrimônio que a gente luta para conseguir e vemos assim, água abaixo”, contou.

Os bombeiros foram chamados às 6h52. A Rua Rodolfo Chambelland, onde ocorreu o desabamento, foi interditada.

O local do desabamento fica em uma via paralela à Rodovia Presidente Dutra e às margens do Rio Acari.

Os escombros ainda serão vistoriados por bombeiros para que itens essenciais dos moradores sejam retirados. Outros imóveis da região também serão visitados.

“Os bombeiros estão com a missão de fazer uma busca, um pente fino embaixo desses escombros, até para dar a resposta para os proprietários dessas casas. Até porque ali tem documentos, tem a história da vida dessas pessoas. Então o que os bombeiros puderem resgatar será feito”, destacou Djalma Antonio de Souza Filho, subsecretário de Proteção e Defesa Civil.

Cinco mil desabrigados

De acordo com a Defesa Civil estadual, na manhã desta terça (3) havia cerca de cinco mil desabrigados/desalojados em todo o Rio de Janeiro em decorrência das chuvas. Até o momento, cinco pessoas morreram por conta dos alagamentos.

Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos da capital, até o momento 200 famílias foram atendidas, sendo: 103 desalojadas, 11 desabrigadas e 86 permanecem em domicílio, totalizando 739 pessoas assistidas no município do Rio.