Crédito: Divulgação/CBMBA

Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública

A Operação Guardiões do Bioma, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, já combateu mais de 8.200 incêndios florestais em quase dois meses nos 11 estados dos biomas da Amazônia, Cerrado e Pantanal.

“O trabalho deve ser intenso no combate aos crimes contra o meio ambiente. Além de promover a capacitação dos profissionais, o Ministério atua conjuntamente com outras instituições para atender às demandas dos Estados e reforçar o efetivo no combate aos incêndios e crimes ambientais”, destacou o ministro Anderson Torres.

Foram realizadas mais de 1.400 ações preventivas e empregados 9.629 profissionais do Corpo de Bombeiros Militares, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), desde o início da Operação.

No âmbito da Operação Guardiões do Bioma, a Polícia Rodoviária Federal prendeu 237 pessoas por crimes ambientais e atendeu a 225 ocorrências desse tipo de crime, como transporte irregular de madeira e apreensão de animais, no mês de agosto.

A operação também envolve os Ministérios do Meio Ambiente, Desenvolvimento Regional, as Secretarias Estaduais de Segurança Pública e de Meio Ambiente, além do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (Ligabom).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui