Data: 22/02/2010 / Fonte: Zero Hora

Palmares do Sul/RS – Atingida por um ultraleve na tarde de domingo, 21, Olíria Marcos da Rosa, 67 anos, está internada em estado grave na UTI o Hospital Cristo Redentor, na Capital. Ela sofreu sérios ferimentos nas pernas após a queda da aeronave nas areias de Dunas Altas, uma praia do município de Palmares do Sul, ao lado de Quintão.

A nora dela, Rita de Cássia Oliveira, 30 anos, também ferida pelo ultraleve, foi socorrida ao posto de saúde de Quintão, e posteriormente liberada. Antes de atingir o chão, a aeronave bateu no Fiat Uno da família, o que amorteceu a queda. As vítimas estavam sentadas junto ao carro, acompanhando uma pescaria em uma área menos movimentada da praia.

O socorro foi feito por duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Balneário Pinhal. O aluno e o instrutor de voo que estavam no ultraleve fugiram do local, por receio de serem agredidos por familiares das mulheres e veranistas, que se revoltaram com o acidente.

O instrutor Marco Antônio Serafim se apresentou primeiro na Delegacia de Polícia de Quintão. O aluno Valdecir Clarindo Soares, 38 anos, se apresentou logo depois. Ele sofreu ferimentos leves no rosto por causa da queda e foi atendido em um posto de saúde de Cidreira. O instrutor nada sofreu.

A perícia esteve no local da queda coletando informações e fazendo fotos do ultraleve e do automóvel para apurar as causas do acidente. As hipóteses são de falha mecânica ou manobra equivocada do piloto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui