Crédito: Vale/Divulgação

Fonte: G1

A Vale informou por volta das 17h desta terça-feira (28) que 35 trabalhadores já foram resgatados da mina subterrânea Totten, no Canadá, após um acidente na tarde de domingo (26) que danificou o elevador que carrega os funcionários para dentro e para fora da mina.

Segundo a empresa, outros quatro “continuam subindo com supervisão de equipes de resgate”.

Trinta e nove trabalhadores da mineradora brasileira ficaram presos na mina que produz níquel em Sudbury, em Ontário. No momento do acidente, os trabalhadores estavam a uma profundidade entre 900 e 1200 metros.

Por volta das 8h30, 19 tinham sido resgatados. Às 11h, o número subiu para 30. Pouco depois, para 33.

Em comunicado divulgado pela manhã, a Vale informou que a previsão era que os trabalhadores retornassem à superfície “ainda nesta manhã” por meio de um sistema de escada de saída secundária.

Não foi divulgada até o momento uma nova previsão.

Nenhum dos mineiros é brasileiro.

Com foi o acidente

Os trabalhadores ficaram presos após um acidente danificar na tarde de domingo o meio de transporte (espécie de elevador) entre a superfície e o subsolo.

Segundo a Vale, uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina se desprendeu, bloqueando um acesso e indisponibilizando o elevador.

“Há um sistema de transporte, ou o que é comumente conhecido como gaiola, que carrega os funcionários em um nível”, disse a porta-voz da Vale, Danica Pagnutti. “Muitas vezes abaixo desse elevador ou sistema de transporte, colocamos equipamentos e materiais embaixo dele, e tínhamos um grande equipamento pendurado sob o sistema de transporte e ele saiu do lugar, causando danos ao eixo e tornando o sistema de transporte inoperante”.

Imediatamente após o incidente, os funcionários seguiram para os postos de refúgio subterrâneos como parte dos procedimentos padrão da empresa, segundo a companhia.

Crédito: Vale/Divulgação

A retirada dos empregados está sendo apoiada pela equipe de resgate de minas da Vale e pela Ontario Mine Rescue. Não há relato de feridos.

“Os funcionários estão saindo da mina com o apoio da equipe de resgate da Vale por meio de um sistema de escada de saída secundária. Os empregados que já voltaram à superfície estão saudáveis e recebem assistência médica no local”, acrescentou a Vale.

Produção suspensa

A produção na mina está temporariamente suspensa.

Nos primeiros seis meses de 2021, a mina de Totten produziu 3.600 toneladas de níquel no local.

A mina Totten entrou em operação em fevereiro de 2014. O projeto prevê a a produção de cobre, níquel e metais preciosos ao longo de 20 anos.

A Vale possui 6 minas na região da bacia de Sudbury. A companhia tem cerca de 4 mil funcionários na área, sendo cerca de 200 na mina Totten.

Confira a íntegra do último comunicado da Vale:

A Vale informa que 33 empregados já voltaram à superfície na mina Totten em Sudbury, Ontário, Canadá, e que os demais estão a caminho.

Os funcionários estão saindo da mina com o apoio da equipe de resgate da Vale por meio de um sistema de escada de saída secundária. Os empregados que já voltaram à superfície estão saudáveis e recebem assistência médica no local.

No último domingo, 39 empregados não puderam sair da mina devido a danos no eixo que abriga o meio de transporte (espécie de elevador) entre a superfície e o subsolo. Enquanto as condições no eixo eram avaliadas, os empregados se dirigiam a estações de refúgio subterrâneas como parte dos procedimentos padrão da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui