Data: 15/08/2013 / Fonte: Renner Coatings

O incêndio do Mercado Público de Porto Alegre, ocorrido no dia 6 de julho, revela o quanto o Brasil ainda precisa avançar na proteção do seu patrimônio público e privado. O acidente em questão destruiu, pelo menos, metade das lojas localizadas no segundo pavimento do prédio, gerando um alto prejuízo para os proprietários de bancas, além da danificação de uma obra centenária que está entre os pontos turísticos mais importantes da capital gaúcha. 

Acidentes como este poderiam ser evitados se o poder público adotasse normas preventivas e fizesse a aplicação de produtos específicos, principalmente quando acompanhamos na mídia a deficiência apresentada na atuação de muitos corpos de bombeiros, tornando muitas vezes o processo de salvamento demorado e nem sempre eficiente.

A aplicação de produtos anticorrosivos, como o Stofire, impede que estruturas entrem em colapso em caso de incêndios, protegendo a estrutura metálica por até 90 minutos, tornando possível o resgate de pessoas, bens e documentos.

Mesmo não sendo uma exigência legal, muitas construtoras já aderiram ao produto, que foi a primeira tinta anticorrosiva desenvolvida com este fim na América do Sul, sendo utilizada em mais de 10 mil obras em todo o continente Sul-Americano. Inicialmente desenvolvido pela Renner em suas fábricas no Chile, onde terremotos seguidos de incêndios são um fato do cotidiano, o produto passou a ser fabricado também no Brasil pela Renner Coatings.

Esta é uma das iniciativas que aumentarão a segurança de obras públicas e privadas, por onde circularão os milhares de turistas atraídos pelos eventos esportivos programados para os próximos anos no Brasil. Neste importante momento de nossa história, é essencial pensar em prevenção e não em medidas de consequência. Afinal, o país já vivenciou incêndios que levaram vidas, além de um farto patrimônio físico e histórico. Chega, é hora de dar um basta.

Artigo de Flávio Blauth – gestor de Mercado, Compra, Produtos & Marketing (divisão Protective Coatings).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui