Para ampliar a cobertura e levar o serviço até pequenas cidades do interior, a política de regionalização do SAMU 192 está sendo utilizada em alguns estados. No Paraná, por exemplo, municípios estão se unindo em consórcios para gerenciar serviços regionais – há três deles já em funciona­men­to em território paranaense.

O objetivo da prática é viabilizar a implantação do serviço naquela região que antes era desassistida. O SAMU regionalizado não só amplia a cobertura do serviço como também pode ser utilizado para suprir dificuldades financeiras de manutenção das atividades.

No estado paranaense, por exemplo, o SAMU Oeste conta com a união de 41 municípios, localizados em uma região de mais de um milhão de habitantes. O consórcio possui sede em Cascavel e base em 16 cidades estabelecidas conforme a aglomeração populacional, além de considerar também critérios de tempo-resposta.

Foto: Arquivo Consamu

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui