Crédito: Divulgação

Fonte: Governo do Acre

O número de caso de coronavírus (Covid-19) no Acre acendeu um alerta também no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no que se refere ao manejo e fluxo dos pacientes que necessitam de atendimento nas unidades de saúde de Rio Branco.

Sendo os profissionais do Samu a realizar o primeiro atendimento móvel quando solicitado, em casos de suspeita ou já confirmado em situação grave, por exemplo, uniformizar os conceitos e condutas em relação ao coronavírus foi o que motivou o coordenador-geral do Samu, médico Pedro Pascoal e a diretora técnica Michele Melo, a realizarem uma capacitação, a princípio, na UPA do Segundo Distrito –, unidade de referência para tratar a Covid-19.

“Montamos o fluxo no dia 18 e no dia 23 de março iniciamos a capacitação. Os treinamentos foram feitos todos os dias no intuito de capacitar o máximo de profissionais. Começamos na UPA do Segundo Distrito, mas logo fomos solicitados por outras unidades”, destaca.

Norteado pelo Plano de Contingência e Ação Estadual para Infecção Humana pelo novo coronavírus da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), Pascoal explica que havia uma necessidade de levar um conhecimento mais aprofundado e técnico às equipes que atuam na linha de frente das unidades em relação ao manejo clínico do paciente, particularidades da entubação orotraqueal em casos de Covid-19 e assistência da parada cardiorrespiratória.

“Diante da situação do coronavírus no estado, após a realização do Plano Estadual de Ação, com as viaturas de transporte, com a UPA do Segundo Distrito sendo a unidade de referência, o que foi decidido pela Sesacre, observamos que alguns profissionais ali da Upa do Segundo Distrito não estavam aptos a manejar o paciente da forma correta. O que nos acendeu o alerta para capacitá-los. O que não imaginávamos é que as demais unidades iriam gostar tanto da iniciativa. Uma repercussão muito boa que nos motiva a seguir com o treinamento, muito bem aceito nas unidades”, pontua o coordenador do Samu.

A capacitação que teve início no dia 23 de março na UPA do Segundo Distrito, tem como público alvo médicos, fisioterapeutas, enfermeiros e técnicos. Na quarta-feira, 1, os profissionais da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) receberem o treinamento do Samu. A equipe do Pronto-Socorro de Rio Branco recebeu a capacitação na tarde desta quinta-feira, 2.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui