Crédito: Divulgação

Fonte: Governo do Espírito Santo

A Secretaria da Saúde, por meio da Superintendência Regional de Saúde Sul, em Cachoeiro de Itapemirim, realizou o treinamento do Programa Vigidesastres com o tema “Prevenção de danos causados pelas enchentes nos municípios pertencentes à Região Sul do Estado”. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Saúde de São José do Calçado, com o objetivo de desenvolver um conjunto de ações a serem adotadas pelas autoridades de saúde pública mediante desastres naturais.

Durante a ação, que aconteceu nos dias 04 e 05 de novembro, foram apresentadas algumas ações e mapeamentos de áreas de risco organizadas pela Defesa Civil Estadual e orientações sobre diversas atividades para prevenção de riscos e desastres. Também ocorreu a exposição de relatos e experiências vivenciadas por diversos profissionais que atuaram na enchente que atingiu Iconha em 2020, uma demonstração de procedimento de socorro às vítimas desses acidentes, além de palestras sobre doenças e agravos ligados aos acontecimentos hidrológicos sensíveis a Vigilância Epidemiológica.

De acordo com a referência técnica regional do Programa Vigidesastres, Renata Saldanha, os maiores objetivos do encontro foram o fortalecimento e integração das ações realizadas em situações de incidentes causados pela natureza.

“A prevenção, mitigação, preparação, resposta e reabilitação mediante desastres naturais, reduzindo o risco da exposição da população e dos profissionais as doenças e agravos decorrentes destes, são funções essenciais da Saúde Pública, por isso, é muito importante promover a integração e o fortalecimento dessas ações de forma inter e intrasetorial”, afirmou a referência.

Ao todo, 170 profissionais entre gestores e técnicos de 26 municípios da região sul do Estado, estavam presentes. Entre eles, o superintendente da Região Sul de Saúde, José Maria Justo; o prefeito de São José do Calçado, Antônio Coimbra de Almeida; o secretário Municipal de Saúde, Julierme Costa de Almeida; o chefe do Núcleo Especial de Vigilância Ambiental e Estadual, Roberto Laperriere; técnicos e representantes da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan), do Programa Estadual Vigiágua, do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e BRK Ambiental; além das Defesas Civil Estadual, Regional, Municipal e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui