Crédito: Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Fonte: CBMTO

A mais nova Companhia de Bombeiros Militar do Tocantins está sob novo comando. Ela fica em Dianópolis, localizada no sudeste do estado, a cerca de 350km de Palmas, e nesta quinta-feira, 19, passou a contar com a experiência da capitã Daniela Tavares, que durante alguns anos esteve atuando junto à Força Nacional de Segurança, em Brasília, Rio de Janeiro – RJ, e Recife – PE.

A cerimônia de passagem de comando ocorreu pela manhã, na sede da própria Companhia e contou com a presença do coronel Carlos Eduardo de Souza Farias, secretário de Estado e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, além da tenente-coronel Andreya de Fátima Bueno, comandante Operacional do CBMTO, do tenente-coronel Cordeiro, capelão, e de representantes da Câmara de Vereadores e Prefeitura.

A 3ª Companhia foi criada em 09 de março de 2017, é responsável pelo atendimento a 16 municípios e há dois anos e cinco meses era comandada pelo capitão Douglas Ferdinand Brito.

Além de seu trabalho de gestão da Unidade, que tem efetivo de 22 militares, sete viaturas e uma embarcação, o capitão Brito traz no histórico de serviços à comunidade dianopolitana a conquista de um novo espaço para a Companhia. Há cerca de dois meses, os militares saíram de uma estrutura locada pela Prefeitura e passaram para as instalações cedidas pela Secretaria de Estado de Educação (SEDUC). 

O capitão Brito tem 33 anos de idade e ingressou no Corpo de Bombeiros Militar em fevereiro de 2009. “Esse período aqui, acrescentou muito em minha carreira. Aprendi muita coisa e ao mesmo tempo pude acrescentar para o Quartel, com algumas melhorias e isso não poderia ter sido feito sem o apoio da tropa, que está à disposição do comando e da corporação para ajudar a sociedade”, disse.

A mudança de estrutura é um marco para a Unidade. “Graças a Deus conseguimos melhorar as instalações do Quartel, transferindo por meio de uma parceria com a Seduc. Era uma situação problemática e hoje melhorou a segurança e a tropa está mais motivada”, afirmou o capitão.

O novo comando é de uma mulher. Aos 37 anos, voltando para o Tocantins após anos se dedicando à Força Nacional, vivenciando missões sem igual, na carreira e na vida. Para a capitã Daniela Tavares, “é um marco importante assumir uma companhia no interior, uma experiência única e muito importante para o meu currículo”. “Todo militar tem que passar por isso, pois são momentos de conhecimento com a tropa e buscas de parcerias”, disse.

“O capitão Brito fez um excelente trabalho por aqui e o objetivo é continuar o legado que ele deixou”, completou.

O ingresso de Daniela Tavares na Força Nacional ocorreu em fevereiro de 2015. Anos depois ela voltou ao CBMTO, iniciando o Curso de Aperfeiçoamento de Oficial (CAO), em 2018, mas em Recife – PE. Após concluir, reintegrou-se novamente à Força Nacional. Seu retorno à corporação ocorreu em março.

“Foram experiências ímpares, com missões macros, reais, de nível maior de complexidade. Dentre elas participei da gestão administrativa das Olimpíadas de 2016, como subcomandante, cuidando do acolhimento de toda a tropa e da instalação de mais de oito mil homens. Nunca vivi um volume de serviço com responsabilidade nesse nível. De todas as experiências, essa foi a mais desafiadora”, contou.

Polo Regional

Dianópolis tem uma população de cerca de 22.700 habitantes e ocupa localização estratégica para o Corpo de Bombeiros Militar, estando às margens da rodovia estadual TO-280, mais próxima de Natividade, Almas, Taguatinga, Aurora do Tocantins, Lavadeiras e Novo Alegre.

Para o coronel Farias, “atender a região de Dianópolis é uma ação contínua e prolongadas, de muito esforço e construção”. “A gente saiu de um local complicado, sem uma estrutura com o mínimo de condição e passou para uma outra instalação que já traz uma melhor condição de desenvolvimento de trabalho e conforto. Por ser uma estrutura do estado, abre portas para a gente se desenvolver mais. O capitão Brito fez um grande trabalho e um dos fatores primordiais foi viabilizar essa estrutura que apresenta uma conjuntura melhor não só para o atendimento à população, mas também para os militares que ali atuam”, pontuou.

Sobre o novo comando, o coronel afirmou: “Tenho total confiança na capitã Daniela, de que ela vai realizar um bom trabalho e dar continuidade ao que o capitão Brito fez. O capitão teve uma grande aceitação em Dianópolis e externou sua felicidade, agradecendo pelo tempo que passou com sua tropa, em Dianópolis. Entendemos que agora, com essa mudança, haverá continuidade. Houve um degrau e agora é continuar o crescimento”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui