Crédito: Andrea Booher/ FEMA

Por Paula Barcellos/Jornalista da Revista Emergência

Cerimônias nos Estados Unidos marcaram neste final de semana os 20 anos do 11 de Setembro. Autoridades americanas lembraram as quase 3.000 vítimas dos atentados ocorridos naquela data. Na oportunidade, aviões sequestrados por terroristas foram lançados contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York e contra o Pentágono, na Virgínia. Houve ainda a queda de um avião em Shanksville, na Pensilvânia, depois que alguns de seus passageiros e tripulantes tentaram tomar o controle da aeronave contra os terroristas. Além dos mortos, o cenário resultou em milhares de feridos.

Entre as vítimas desta tragédia estavam os profissionais de emergência. Mais de 340 bombeiros e dezenas de policiais também morreram no resgate das vítimas em Nova York. Na cerimônia deste final de semana, o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lembrou os “heróis” do 11 de setembro de 2001. Citou os bombeiros que subiram as escadas, enquanto outros corriam, e os voluntários que cruzaram o país nos dias que se seguiram. Na sexta-feira, dia 10, a Bolsa de Valores de Nova York homenageou os policiais e bombeiros que atuaram na tragédia.

Já os profissionais de emergência que sobrevieram à tragédia carregam até hoje sequelas psicológicas e também físicas do desastre. Centenas desenvolveram doenças decorrentes da poeira tóxica que se levantou com o desmoronamento dos prédios. Artigo publicado na Revista Emergência, na edição 24, após nove anos do atentado, já trazia alguns números expressivos de profissionais adoecidos posteriormente. Confira aqui o artigo completo.

Além disto, a Emergência já publicou diversos materiais sobre as consequências desta tragédia para os emergencistas, assim como entrevistas exclusivas com profissionais que estiveram presentes na ocorrência, como o técnico de Emergências Médicas jamaicano radicado nos Estados Unidos, Patrick Mc Dermott. A entrevista foi publicada na edição 19, nas páginas 56 e 57. Assinantes da Revista Emergência digital podem acessar esse conteúdo gratuitamente no site: https://bit.ly/3lns67Y

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui