Crédito: Divulgação/CBMSE

Fonte: Corpo de Bombeiros Militar do Sergipe

Aracaju/SE – Com foco na criação de uma cultura de capacitação permanente de seus profissionais, o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) adquiriu um simulador de combate a incêndio em tempo real tipo container e uma câmera térmica portátil. Os novos equipamentos já estão sendo instalados na sede do Departamento de Ensino, Pesquisa e Instrução (Depi), no bairro Getúlio Vargas, em Aracaju/SE e auxiliarão nas atividades de treinamento de combate a incêndio em ambiente confinado.

O investimento total foi de R$ 141,6 mil. O container, cuja estrutura é de aço, possui 29m² e pesa 4,5 mil kg. Antes de serem submetidos ao treinamento no simulador, os bombeiros aprimoram conhecimento sobre teoria do fogo, técnicas de armação de linhas de mangueiras, adaptação ao equipamento de proteção individual, técnicas de progressão e recuo em ambiente confinado e técnicas de ataque e de rescaldo.

A equipe do Depi realizará alguns testes, qualificará instrutores e montará uma logística para começar a usar o container e a câmara. Existem protocolos de segurança e a iniciativa requer uma série de cuidados para se evitar acidentes, por conta da alta temperatura. Segundo o chefe do Depi, tenente coronel BM Douglas de Moraes, o container é uma nova tecnologia de treinamento em combate a incêndio que vem sendo estudada por especialistas da área desde 2005 e tem sido usada no Brasil desde 2012.

“A novidade tem sido copiada na maioria dos estados do país. Para se ter uma ideia, ele consegue simular condições extremas de combate a incêndio, em que a temperatura passa de 700ºC. Nesse exercício, o bombeiro entra equipado e consegue fazer o exercício de combate, observar o comportamento do fogo e comportamento de um incêndio em condições extremas, com toda segurança necessária. Isso dá tranquilidade maior para este bombeiro entrar em ocorrências de menor complexidade. Quem passa por este tipo de treinamento, sente-se mais seguro no exercício da atividade”, explica Moraes.