Crédito: CBMMG

Fonte: CBMMG

Cumprindo este o cronograma de treinamentos que está sendo ministrado desde o dia 27 de março para os militares do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, em diversos municípios, na última terça-feira (12).

O treinamento foi ministrado na cidade de Poços de Caldas. Militares que atuam no Pelotão de Emergências Químicas, Biológicas, Radiológicas e Nucleares (PQBRN) do CBMMG foram os responsáveis pela condução da parte teórica e prática do treinamento, que teve a participação de 40 Bombeiros Militares de 14 unidades do sul de Minas que também atuarão como agentes multiplicadores para levar este treinamento aos demais órgãos municipais envolvidos na proteção à saúde.

Esta capacitação técnica de desinfecção faz parte das medidas preventivas de controle à pandemia da Covid-19 implementadas pelo governo do Estado e é baseada em procedimentos aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e entidades ligadas à saúde pública, como sendo os mais eficientes e seguros, tanto para os resultados na desinfecção como na proteção dos agentes envolvidos e também na segurança para a população.

Crédito: CBMMG

Os treinamentos foram realizados em duas etapas:

1ª etapa – Treinamento teórico e prático, com duração de 6 horas, onde os Bombeiros puderam ter o contato com os produtos desinfectantes, equipamentos de proteção individual, equipamentos para desinfecção de ambientes, equipamentos para descontaminação dos Bombeiros após os trabalhos, seguidos da prática com o uso destes equipamentos, utilizando apenas água para o treinamento.

2ª etapa – Atuação real de desinfecção do Terminal de Linhas Urbanas na área central de Poços de Caldas, onde os militares foram divididos em 4 equipes, e após toda a paramentação dos Bombeiros e montagem da área de ação e controle, estes militares realizaram aplicações de uma solução de hipoclorito 0,5% em locais onde há o contato físico das pessoas, como paredes, portas, pilares e outros, sendo também utilizado uma solução de álcool 70° ou peróxido de hidrogênio em áreas ou equipamentos mais sensíveis, onde não se pode aplicar o hipoclorito, completando a desinfecção do Terminal de Linhas Urbanas que deve ser periódica para manter este e outros locais livres de contaminações e seguros para a população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui