Crédito: Prefeitura de Sinop-MT/Assessoria

Fonte: G1

Um grupo de 10 bombeiros começou a fazer um curso de capacitação, em Sinop, na região norte do estado, para monitorar e identificar os imóveis comerciais da região central com focos de dengue. A intenção é ajudar a prefeitura do município na força-tarefa de combate ao Aedes aegypti. O trabalho foi intensificado depois que os casos de dengue aumentaram 900% em Sinop.

O monitoramento feito pelo será realizado utilizando drones que irão capturar imagens aéreas dos terrenos baldios.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos problemas são as calhas das edificações comerciais, que muitas vezes acumulam água e consequentemente vira um criadouro do mosquito da dengue.

Ao total, serão usados três drones.

Mutirão contra a dengue

Entre os dias 13 de janeiro e 18 de fevereiro o mutirão contra a dengue vistoriou 90 bairros. O número de imóveis trabalhados, por sua vez, superou 37 mil, indicou balanço divulgado na sexta-feira (21), pela Sala de Emergência.

De acordo com o relatório, em 1.130 imóveis foram encontrados focos do mosquito; em 907 houve o tratamento com larvicida. Já o total de imóveis fechados até 18 de fevereiro chegou a 14.630, ainda considerado um alto número. Mais de 75 caçambas de lixo foram recolhidas desde o início do trabalho.