Crédito: Divulgação/ BOA - CBMSC

Fonte: CBMSC

Nesta quarta-feira, 29, uma nova operação foi montada em Santa Catarina para o enfrentamento a COVID-19. Os aviões do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, Arcanjo 02 e 04, saíram em torno das 9h, para transporte de materiais de Florianópolis para Tubarão, Criciúma, Araranguá, Chapecó e Concórdia. No total, foram transportados 4 ventiladores mecânicos completos, 10 monitores multiparâmetro e cerca de 300 kits para a detecção do coronavirus.

Inicialmente, todo o material foi conduzido pela Defesa Civil e pela Secretaria de Estado da Saúde até a sede do Batalhão de Operações Aéreas, na Capital, local do qual as aeronaves partiram.

A aeronave Arcanjo-02 partiu em direção ao Sul do estado, pousando inicialmente no Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna. Em solo, equipes esperavam para receber o material e realizar o transporte até a cidade de Tubarão. Após nova decolagem, partiu em direção ao Aeroporto Regional Diomício Freitas, em Criciúma. De lá, já por terra, parte dos materiais transportados ficaram na capital catarinense do carvão e parte seguiu até Araranguá.

Por sua vez, a aeronave Arcanjo-04 rumou ao Oeste catarinense, pousando inicialmente no Aeroporto Municipal Olavo Cecco Rigon, em Concórdia. Em solo, equipes esperavam para receber o material que será utilizado no próprio município. Em seguida, decolou com rumo ao Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó. O aparato entregue será utilizado na própria cidade.

O transporte ocorreu novamente em parceria com a Defesa Civil Estadual e a Secretaria de Estado da Saúde, órgãos que estão a frente das ações adotadas pelo Governo do Estado no enfrentamento à COVID-19.

O Corpo de Bombeiros Militar, por meio das aeronaves têm prestado um importante apoio ao Governo do Estado frente à pandemia do coronavírus. O transporte aéreo representa um ágil meio de auxílio em traslados envolvendo grandes distâncias e a quantidade de material. Por meio dele, é viável percorrer grandes quilometragens em um curto espaço de tempo, em comparação aos meios terrestres. Hoje as duas aeronaves percorreram em torno de 1.110 quilômetros (600 milhas náuticas), em aproximadamente 4,5 horas de voo.

O serviço do Batalhão de Operações Aéreas não é afetado com os transportes, já que possui quatro aeronaves, dois helicópteros e dois aviões. Nesta quarta-feira, além dos traslados de materiais os helicópteros Arcanjo 01 e 03 foram empenhados para inspeção em Águas Mornas e atendimento de ocorrência em Timbó.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui