Data: 04/07/2016 / Fonte: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Belo Horizonte/MG – Em comemoração ao Dia Nacional dos Bombeiros, foi realizada, na última sexta-feira (1º/7), no Auditório JK, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, a solenidade de entrega da Medalha da Ordem do Mérito Imperador Dom Pedro II e da Comenda Bombeiro Honorário 2016. Foram agraciadas 79 personalidades com a medalha, maior comenda da corporação.

O governador Fernando Pimentel, que presidiu a solenidade, ressaltou, em seu pronunciamento, que o trabalho dos Bombeiros Militares de Minas Gerais é referência para o Brasil. “Tenho certeza de que essa corporação, se não é a mais querida, é uma das mais queridas, não do Estado, mas do Brasil inteiro. Acho que, em qualquer lugar, o Bombeiro é reconhecido como aquele que arrisca a sua vida para salvar a vida do próximo. Nada mais justo que vocês tenham esse reconhecimento”, afirmou.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Luiz Henrique Gualberto Moreira, destacou a evolução da corporação.”Apesar de todas as dificuldades, o CBMMG continua investindo em benfeitorias tanto interna quanto externamente para melhorar o atendimento prestado à população”, disse.

Com a comenda Bombeiro Honorário foram agraciados o vice-governador, Antônio Andrade, e o presidente da Assembleia, Adalclever Lopes. Já a medalha Pedro II homenageou, dentre outras autoridades, deputados e secretários de Estado, além de bombeiros militares que atuaram no rompimento da barragem em Mariana, em novembro de 2015. O governador relembrou a atuação da corporação no atendimento às vítimas. ” Estive lá pelo menos quatro vezes e vi o que os Bombeiros fizeram todo o tempo”, falou.

Uma das agraciadas foi a auxiliar de serviços gerais Paula Geralda Alves, moradora de Bento Rodrigues, que ajudou a avisar a população no momento da tragédia. “A nossa querida Paula está aqui recebendo a medalha. Ela, que saiu na sua moto e avisou a população de Bento Rodrigues do rompimento da barragem, certamente evitando, com isso, que a tragédia fosse ainda maior”, lembrou Pimentel. “Em meio ao medo e ao desespero, saí correndo para avisar as pessoas e, graças a Deus, deu certo. Eu queria salvar o maior número de vidas que eu conseguisse. Era viver ou morrer e eu decidi viver. É tudo muito triste, mas o mais importante é a vida. O resto a gente vai correr atrás”, disse Paula Geralda, que recebeu a medalha das mãos do governador.

Ações
O governador lembrou algumas das ações realizadas pelo Estado em prol do Corpo de Bombeiros. “Nós temos nos esforçado, apesar de toda a dificuldade financeira, para dotar a corporação com equipamentos e apoio necessários para desempenhar bem o seu serviço. Esse ano, já entregamos 63 viaturas novas e, até o fim do ano, mais 100 serão entregues. Em agosto, vamos inaugurar a academia nova dos Bombeiros em Contagem”, completou.

Criada em 2002, a honraria Dom Pedro II homenageia personalidades civis ou militares, brasileiros ou estrangeiros, além de instituições que, por suas atividades profissionais e sociais, contribuíram para o engrandecimento da corporação do Bombeiro Militar de Minas Gerais. Já o título Bombeiro Honorário foi criado para reconhecer as ações daqueles que tenham contribuído para a melhoria e aprimoramento da eficiência dos trabalhos do Corpo de Bombeiros.

Participaram do evento os secretários de Estado de Defesa Social, Sérgio Menezes, e de Desenvolvimento Agrário, Professor Nivaldo; o chefe do Gabinete Militar do governador, Coronel PM Helbert Figueiró; o chefe-do Estado Maior do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Hélder Ângelo e Silva; o advogado-geral do Estado, Onofre Alves Batista Júnior; deputados federais, estaduais e prefeitos. Ao final da solenidade agraciados e convidados foram presenteados com uma apresentação musical com a Bombeiro Instrumental Orquestra Show e bombeiros de diversas unidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui