Data: 16/08/2016 / Fonte: Divulgação IPT

São Paulo/SP – Para divulgar e ressaltar a importância da proteção contra incêndios das edificações, bem como apresentar soluções inovadoras adotadas internacionalmente que podem contribuir para a melhoria dos sistemas no Brasil, o Laboratório de Segurança ao Fogo e a Explosões do IPT promoverá no dia 31 de agosto o Seminário Internacional de Proteção Passiva Contra Incêndios. A programação inclui palestras de empresas fabricantes de materiais resistentes ao fogo, como vidros e revestimentos, da Associação Brasileira da Indústria de Retardantes de Chama (Abichama) e de pesquisadores do IPT.

Os sistemas de proteção passiva contra incêndio são soluções incorporadas ao sistema construtivo de uma edificação para que um incêndio não se propague e seja retardado ao máximo, ou seja, desenvolvidos com o objetivo de compartimentar o foco do incêndio no local de origem e não comprometer toda a estrutura da edificação, permitindo que as pessoas evacuem o local em tempo hábil e que o impacto financeiro sobre imóveis e equipamentos seja o menor possível.

Dois pesquisadores do IPT irão participar do seminário: o responsável pelo Laboratório de Segurança ao Fogo e a Explosões, Antonio Fernando Berto, discutirá a regulamentação e a normalização brasileiras, enquanto o pesquisador Carlos Roberto Metzker de Oliveira apresentará uma proposta de classificação geral da resistência ao fogo de elementos e componentes construtivos como base para o aprimoramento dos métodos de ensaio empregados no Brasil.

O seminário será realizado no campus do IPT, em São Paulo, e tem como público-alvo engenheiros, arquitetos e outros profissionais envolvidos com a resolução de problemas de segurança contra incêndios em edificações. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 26 de agosto clicando aqui (http://www.ipt.br/eventos/173-seminario_internacional_de_protecao_passiva_contra_incendio___310816.htm).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui