Divulgação/Corpo de Bombeiros de Minas Gerais
Data: 15/09/2017 / Fonte: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Belo Horizonte/MG – O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), em parceria com o Hospital das Clínicas da UFMG, realizou nos dias 14/9 e 15/9, quinta e sexta-feira, um treinamento para residentes da especialização em Medicina de Emergência. O foco da capacitação é preparar os alunos para o dia a dia dos atendimentos de urgências e emergências clínicas.

De acordo com o comandante do Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (BEMAD), Major Anderson Passos, a atividade é importante para o nivelamento técnico entre as equipes do CBMMG e dos profissionais da saúde. “Nesse tipo de prática, demonstramos a relevância da ação conjunta das equipes em um ambiente não controlado. Em nossa rotina atuamos em meio ao trânsito, às intempéries e a produtos perigosos. Na capacitação, ressaltamos a importância da segurança no local da ocorrência”, explica.

No primeiro dia de treinamento, os residentes tiveram instrução e simulado sobre emergências com produtos perigosos; busca e resgate em áreas de desmoronamentos e salvamento de vítima de acidente veicular. No segundo dia, os alunos tiveram instrução de atividades em altura e realizaram um rapel no Ribeirão Arrudas para simular o atendimento a vítimas caídas no ribeirão.

Residência em Medicina de Emergência
Essa especialização é pioneira no estado e a residência é realizada no Hospital das Clínicas da UFMG, em unidades de pronto-socorro de Belo Horizonte e em serviços de atendimento de urgência da capital. De acordo com o coordenador da Unidade de Pronto-Socorro do Hospital das Clínicas e coordenador do programa, professor Marcus Vinicius Melo de Andrade, isso possibilitará a formação completa dos residentes. “Faltam médicos qualificados para atender situações de emergência. Atualmente, os prontos-socorros são compostos, em sua maioria, por clínicos gerais ou recém-formados que não têm formação específica para atender emergências. O diferencial do curso é que o profissional sairá capacitado para essa finalidade”, garante. No Brasil, somente São Paulo, Rio Grande do Sul e Ceará possuem a especialização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui