Data: 26/01/2018 / Fonte: Corpo de Bombeiros de Sergipe

Aracaju/SE – Na manhã desta sexta-feira (26), o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE) realizou um curso sobre gerenciamento de projetos, tendo por objetivo dar início à execução dos projetos no âmbito do planejamento estratégico de 2018, visando otimizar o trabalho da corporação. Participaram da iniciativa todo o corpo diretivo do CBMSE e demais profissionais que atuarão direta e indiretamente na coordenação das tarefas, lidando com as ferramentas de gerenciamento.

Na oportunidade, o secretário do Comitê de Planejamento Estratégico do Tribunal de Justiça de Sergipe, Eric Silva de Andrade, responsável por ministrar a palestra, destacou o papel fundamental da comunicação na gestão de projetos, já que ela tem a função de divulgar as coisas boas e registrar o que cada um está fazendo. Outra questão levantada por ele foi a importância do mapa estratégico da instituição, em que constam fatores fundamentais para o aperfeiçoamento do trabalho, como objetivo, estratégias, indicadores e metas, além da importância de estar revendo os números frequentemente, mapeando as consequências positivas e negativas e definindo o que é bom, médio e ruim.

“Com a publicação do planejamento estratégico do Corpo de Bombeiros, estamos realizando uma capacitação com os oficiais na metodologia do gerenciamento de projetos. Com esse minicurso, estou trazendo minha experiência no Tribunal para que os bombeiros possam aderir e ajustar à sua realidade, visando a concretização dos seus projetos”, explica Eric.

O palestrante reforça ainda que, para que o planejamento estratégico vigore e prospere, é preciso o comprometimento dos membros da instituição com os projetos concebidos, aprendendo a sua metodologia. “Nosso trabalho hoje é materializar um pouco da metodologia para que os membros do CBMSE tenham tranquilidade para colocar em funcionamento os seus projetos”, diz.

Para o subcomandante da corporação, coronel BM Gilfran Mateus, esse tipo de treinamento é de vital importância para a otimização do trabalho dos bombeiros militares no que diz respeito ao seu planejamento estratégico. “Nós fizemos um planejamento para 10 anos e hoje entramos no plano de gestão de 2018. Dentro desse plano, nós temos vários projetos que precisam ser feitos para que possamos cumprir as metas que foram estabelecidas. Por isso estamos trazendo como exemplo para a corporação o planejamento estratégico do Tribunal de Justiça de Sergipe, que é uma referência nacional”, ressalta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui