Data: 13/03/2017 / Fonte: Corpo de Bombeiros de Alagoas

Maceió/AL – De 7 a 9 de março, cerca de 250 bombeiras militares de todo o Brasil reuniram-se em Maceió, para discutir temas de alta relevância sobre o papel da mulher dentro do ambiente militar e da sociedade, buscando solucionar problemáticas para melhor atuação das militares e trocar experiências entre estados. O I Encontro Nacional de Bombeiras Militares (I ENBombeiras) foi um evento pioneiro, idealizado e realizado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), e a ideia é que seja executado a cada ano em um estado diferente.

O ENBombeiras contou com palestras sobre liderança, violência contra mulher e políticas públicas, desenvolvimento emocional, saúde, gêneros na segurança pública, além de mesas redondas sobre as dificuldades que as mulheres enfrentam no serviço operacional, diferencias fisiológicas entre homens e mulheres em relação ao teste físico, e as necessidades femininas em suas corporações.

Além disso, oficinas de salvamento veicular subaquático, novas tecnologias para uso nos corpos de bombeiros e comunicação não violenta, contribuíram para o conhecimento das militares participantes.

No dia 9, aconteceu a quarta edição da competição operacional Bombeira de Garra, que é realizada a nível estadual, mas que este ano contou com a participação de oito estados, consagrando-se como campeã a equipe do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, seguida pela equipe de Alagoas e do Paraná.

Para o comandante geral do CBMAL, coronel Adriano Amaral, o sentimento em realizar um evento desta magnitude é de imensa alegria e satisfação. “Nosso objetivo foi alcançado, e apesar de algumas dificuldades, conseguimos realizar este evento tão importante para todas as bombeiras do país. Em conversa com elas, vejo que o marco deste evento foi a oportunidade de discutir temas inerentes às mulheres nas corporações, e hoje elas elaboraram um documento para buscar soluções junto à LIGABOM sobre estes assuntos”, explicou o comandante geral, que espera que o evento siga sendo realizado por outros estados.

A solenidade de encerramento contou com a presença do presidente da Liga Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares (LIGABOM), coronel Carlos Helbingen, que na oportunidade parabenizou Alagoas pelo evento de grande importância e qualidade.  Na ocasião, ele recebeu um documento confeccionado pelas oficiais superiores presentes no evento, sobre as dificuldades enfrentadas pelas mulheres nas organizações militares, solicitando uma representação feminina nas reuniões nacionais, visto que no Brasil não há nenhuma comandante geral do sexo feminino até então.

Para a soldado Liziane Bacchi, do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, ficaram o aprendizado e a amizade. “Foi um evento maravilhoso, digno de uma corporação grandiosa como o Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas. Enalteceram nossa profissão valorizando cada bombeira militar oriunda de cada canto do país. Trouxemos nas bagagens muitas lembranças, alegrias, conhecimento, amizades, enfim, momentos e pessoas  inesquecíveis”, ressaltou ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui