Crédito: Divulgação/Ibama

A Operação Relíquia, que fará um mapeamento das áreas onde há a manipulação de produtos perigosos no Polo Industrial de Cubatão e no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, servirá como referência para ser aplicada em outros complexos portuários do país. As atividades devem ser realizadas em setembro e outubro. A ação será coordenada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e foi criada após a explosão no Porto de Beirute, no Líbano, que possivelmente foi causada por nitrato de amônio.

Saiba mais no site da Proteção+.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui