Divulgação/Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso
Data: 15/08/2019 / Fonte: Redação Revista Emergência

O forte volume de chuvas que atingiu a região nordeste do estado da Bahia, causou, no dia 11 de julho, o rompimento da barragem do Quati, em Pedro Alexandre/BA, e de pequenos açudes e rios da região, causando inundação não apenas na cidade onde fica localizada a barragem, como também no município de Coronel João Sá/BA. De acordo com a SEDEC/BA (Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia), 14,4 mil pessoas foram afetadas pela inundação. Até o fechamento desta edição, cerca de 3.500 pessoas estavam em abrigos ou casas de familiares. Ninguém ficou ferido.

Segundo a SEDEC/BA, assim que o órgão recebeu o alerta de rompimento entrou em contato com as Defesas Civis dos Municípios afetados. “Orientamos os coordenadores municipais para que, em conjunto com outras secretarias, evacuassem toda a população próxima à barragem do Quati e ao rio do Peixe. Paralelamente, engenheiros da Defesa Civil Estadual e de outros órgãos do Estado foram enviados imediatamente para os dois municípios”, afirma a SEDEC. Como a região já estava com pequenos alagamentos devido às chuvas, muitas famílias já haviam saído de suas casas. As famílias que optaram pela evacuação preventiva tiveram apoio dos demais órgãos da prefeitura de Coronel João Sá e se instalaram “a priori” no Ginásio Municipal e em mais seis abrigos espalhados pela cidade.

Confira a matéria completa na edição de agosto da Revista Emergência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui