Ascom BM5/CBMAM
Data: 11/10/2019 / Fonte: Alexandre Gomes de Freitas, Wilson Pereira da Silva, Jose Ricardo Cristie Carmo da Rocha, Eduardo Ro

O resgate efetuado em ambientes aquáticos é uma modalidade muito importante desempenhada pelos integrantes do CBM (Corpo de Bombeiros Militares), em especial na região Amazônica. Os estados amazônicos têm a característica de concentrarem muitos corpos de água que são utilizados como meios de transporte por causa de sua abrangência territorial e uma malha viária pouco proeminente. O uso dos cursos de água ocorre então com frequência para transporte de pessoas e mercadorias.

Eventuais acidentes podem acontecer durante os trajetos de embarcações, assim como também afogamentos acidentais que ocorrem em momentos de lazer nos diversos balneários que existem na região. Os profissionais do Corpo de Bombeiros se expõem a riscos intensificados nestas circunstâncias de resgate. Estão envolvidas condições como turbidez da água, com falta de visibilidade, risco de se perder em percursos subaquáticos, temperaturas baixas, correntezas, alterações de pH lesivos à pele, olhos e mucosas, impacto da pressão sobre o corpo e prolongado tempo de submersão, podendo contribuir a uma saturação de nitrogênio, enumera Bruno Prudente.

Confira o artigo completo na edição de outubro da Revista Emergência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui