Divulgação/CBMERJ
Data: 20/05/2019 / Fonte: Redação Revista Emergência

Dois prédios residenciais desabaram, em 12 de abril, na comunidade de Muzema, no Rio de Janeiro/RJ. Ao todo, 21 pessoas morreram e dez ficaram feridas. Segundo o CBMERJ (Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro), três pessoas socorridas por moradores, que não estão contabilizadas nos números acima, morreram em unidades de saúde. “O primeiro atendimento foi feito pelos militares do quartel de Jacarepaguá/RJ que, ao chegarem ao local, se depararam com dois prédios já desabados e com populares tentando socorrer algumas pessoas, entre elas, duas vítimas já em óbito”, afirma a Assessoria de Comunicação do CBMERJ.

Por nove dias consecutivos, cerca de cem militares por dia trabalharam na busca e resgate pelos desaparecidos. Segundo os bombeiros, o cenário de desabamento de edificação é um dos mais complexos, com vítimas presas pelas estruturas de concreto. “Num primeiro momento, foram utilizadas técnicas de busca do tipo humana, com o método de chama e escuta, e do tipo canina, utilizando o binômio (homem-cão)”, explica o órgão. De acordo com o CBMERJ, um helicóptero foi utilizado para o resgate das vítimas. “Devido às condições desconhecidas das estruturas dos prédios entorno, os pilotos tiveram que realizar uma manobra na qual a aeronave não pousa”.

Confira a matéria completa na edição de maio da Revista Emergência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui