Beto Soares/Estúdio Boom
Data: 15/08/2019 / Fonte: NFPA Journal Latinoamericano*

Antenas de satélites aparecem em um número surpreendente de telhados em Wallacedene, um assentamento informal na Cidade do Cabo (África do Sul). As parabólicas vistas na visão de satélite do Google Maps, são um dos poucos sinais de conforto moderno em uma área densamente povoada que parece uma favela. Localizada na extremidade Leste da Cidade do Cabo, a cerca de 20 quilômetros da costa do Atlântico Sul, Wallacedene tem mais ou menos 36 mil habitantes. A favela cobre uma área de cem campos de futebol, resultando em uma densidade populacional que é seis vezes e meia maior do que a de Nova Iorque. Residências e comércios não são mais que barracos, construídos com telhas de metal corrugado, chapas de aglomerado e outras sobras. O lixo é atirado nos espaços livres e ao longo das estreitas ruas.

Assentamentos informais como Wallacedene são encontrados por todo o mundo, a maioria em países em desenvolvimento, mas também no mundo desenvolvido, resultado da pobreza e aglomeração nas áreas urbanas. Em um artigo publicado em 2009, no Planning Theory Journal, informalidade é definida como “um estado sem regulamentação, no qual a propriedade, o uso e a finalidade da terra não podem ser definidos e mapeados de acordo com qualquer conjunto de regulamentações ou leis.”

* Reproduzido com autorização do NFPA Journal Latinoamericano® copyright © 2018, National Fire Protection Association, Quincy, MA. Todos os direitos reservados. www.nfpajla.org. O artigo, de autoria de Angelo Verzoni, foi publicado originalmente no NFPA Journal Latinoamericano, na edição de dezembro de 2018, páginas 36 a 45.

Confira o artigo completo na edição de agosto da Revista Emergência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui