Crédito: Arquivo Cesar Nieto

Como escolher o sistema proporcionador de espuma ideal para as viaturas de combate a incêndio

Hoje, mais que nunca, a utilização dos recursos naturais do planeta está sob rígido escrutínio público. E os bombeiros não escapam disto, pelo contrário, é uma instituição que deve dar o exemplo de respeito ecológico e emprego racional destes recursos.

Como todos sabemos, a água é o agente extintor de incêndios por excelência e sem dúvida seu emprego é de fundamental importância. Mas, que tal se pudermos melhorar esta capacidade extintora da água? Esta possibilidade existe há muitos anos e chama-se “espuma para combate a incêndio”. O que é espuma? Nada mais é que um aditivo químico adicionado à agua em proporções corretas para cada tipo de incêndio a ser combatido e que aumenta a capacidade extintora da água.


Dados do autor

Cesar Corazza Nieto – Engenheiro Industrial e Mecânico, representante das bombas Hale no Brasil desde 1992 e coordenador da Comissão de Estudos de Viaturas de Combate a Incêndio e Acessórios da ABNT. 
[email protected]


Confira o artigo completo na edição de março da Revista Emergência.