Setor a todo o vapor

Apesar do momento e da gravidade, o setor de emergências não se resume à pandemia do novo coronavírus.

A Comissão de Estudos de Planos e Equipes de Emergências do CB-24, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), está a todo o vapor, publicando novas versões e novidades em projetos de Norma. Em meados do mês passado, foram publicadas as novas edições da ABNT NBR 15219 (Plano de emergência — Requisitos e procedimentos) e ABNT NBR 14276 (Brigada de incêndio e emergência – Requisitos e procedimentos).

As revisões das Normas técnicas, segundo o coordenador da Comissão de Estudos, Jorge Alexandre Alves, caracterizam-se por serem, além de mais atualizadas, mais robustas. A Norma de Plano de emergência, por exemplo, partiu de 12 páginas de sua publicação em 2005 para 56 páginas, contendo requisitos e procedimentos para desenvolvimento de plano de emergências.

Já entre as novidades em Projetos de Norma, encontra-se o de Qualificação profissional de bombeiro civil, que está em Consulta Nacional e estabelece requisitos e procedimentos para a avaliação de competências profissionais e certificação dos bombeiros civis, para atuarem nesta ocupação. A Comissão ainda tem trabalhado em outros Projetos de Norma para qualificação profissional de instrutores e de gerenciamento de emergência, este último, considerando as diversas emergências ocorridas no Brasil que demandaram a atuação simultânea de profissionais, órgãos e instituições públicas e privadas para os atendimentos.

Na sequência, e como parte fundamental na engrenagem destas atualizações, aguarda-se a aprovação para publicação do texto revisado da ABNT NBR 14277 de Instalações e equipamentos para treinamento de combate a incêndio e resgate técnico, relativa aos centros de treinamentos. Esta Norma, publicada em 2005, também se caracteriza pela ampliação do texto, saindo de quatro para 55 páginas, abrangendo o resgate técnico, entre eles, o resgate em altura e espaço confinado, aquático e subaquático, entre outras capacitações de interesse de brigadistas e bombeiros civis. A reunião de finalização do texto deve acontecer virtualmente na próxima semana, dia 22, indo, posteriormente, para a Consulta Nacional. Como a nova regra da ABNT é que as os prazos de consulta não se estendam para mais de 30 dias, provavelmente o segundo semestre de 2020 já inicia com a publicação do texto final desta Norma, junto da Norma de qualificação do bombeiro civil.

Considerando que estas Normas trazem as ferramentas-chaves para o controle dos sinistros de uma forma geral, estas atualizações, tornam-se não só importantes como necessárias, acompanhando a evolução e a complexidade na preparação para as emergências na atualidade.


O Blog Direto da Redação apresenta e analisa os temas que as diversas ramificações do setor de emergência estão trabalhando para aprimorar e melhorar os atendimentos. Paula Barcellos é jornalista e editora da Revista Emergência.
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui