A importância do telefone 193

No dia 02 de julho esta Revista apresentou a Live “Dia do Bombeiro: evolução e desafios da profissão no país” (https://www.youtube.com/watch?v=UJTbFcusg5U&feature=youtu.be).

Como convidado, discorri mais sobre aspectos do passado, dentre eles da importância do “chamado”, da solicitação no atendimento a emergências.

Os serviços públicos que atendem a emergências, com os Corpos de Bombeiros, a Polícia, etc., dependem de um acionamento. São reativos. Sem esse acionamento, os meios disponíveis, o pessoal treinado, podem se tornar ineficazes.

Não é raro encontrarmos relatos de grandes perdas materiais ou mesmo mortes em que se detecta um acionamento tardio do Corpo de Bombeiros.

O acionamento, em especial do Corpo de Bombeiros, já ocorreu de diversas maneiras. Inicialmente, e comum até o final do século XIX, usava-se o badalar de sinos. Nas cidades maiores havia codificações em que o número de badaladas, que eram em geral repicadas pelos sacristãos, indicava localidades específicas, bairros.

Entre o final do século XIX e inicio do século passado muitas cidades instalaram sistemas de alarme de rua, com caixas de acionamento distribuídas pelos principais pontos da cidade e por vezes em edificações importantes. O Teatro Municipal da cidade de São Paulo ainda possui instalada uma dessas caixas de acionamento.

O surgimento e difusão da telefonia fixa facilitou a chamada dos Corpos de Bombeiros, restando a essas organizações a difusão de seu “número” de acionamento, para que não houvesse perda de precioso tempo em responder ao chamado.

Diversas estratégias foram usadas para facilitar a difusão desse número de acionamento. O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, por exemplo, usou por certo tempo o prefixo da linha local seguido dos números 1 2 3 4, (exemplo foi seguido por outros Corpos de Bombeiros). Todavia o que realmente resolveu essa necessidade foi o surgimento do número hoje comum a todos os Corpos de Bombeiros. Desde os anos 80, para chamar os Bombeiros, basta discar 193. Hoje simples, mas o caminho foi longo!


O blog Falando de SCI (Segurança Contra Incêndios) trata dos incêndios e seus impactos na sociedade e de fundamentos e aspectos da regulamentação de segurança contra incêndio em geral. Seu autor é Walter Negrisolo, oficial da RR (reserva remunerada) do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo; Mestre em Arquitetura e Urbanismo e Doutor em SCI.
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui