ARTIGO: ABALO EMOCIONAL EM EMERGÊNCIAS
Autores: Emair da Cunha Borst, Ney Roberto Váttimo e Izabela Tissot Antunes Sampaio
Foto: Michael c. Barton/U.S. Navy

Pesquisa mostra que brigada de emergência tem pouco conhecimento sobre a aplicação da Psicologia das Emergências e Desastres nas ocorrências


Bibliografia:

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14276:2006 Brigada de Incêndio – Requisitos. Rio de Janeiro, 2006.

BRUCK, Ney Roberto Váttimo. Primeiros Auxílios Psicológicos – Angústia Pública e Psicologia das Emergências. Porto Alegre: Editora Gênese, 2009.

CID 10-Classificação Internacional de doenças e problemas relacionados à saúde. F43 Reações ao “stress” grave e transtornos de adaptação. Décima revisão, versão 2008. Disponível em: <http://www.datasus.gov.br/cid10/v2008/webhelp/cid10.htm>. Acesso em: 20/04/2009.

DEFESA CIVIL. Glossário de Defesa Civil Estudos de Riscos e Medicina de Desastres. Brasília, 1998. http://www.defesacivil.gov.br/publicacoes/index.asp

DEL PRETTE, A. & Del Prette, Z.A.P. Habilidades Sociais: Conceitos e campo teórico-prático. 2006. Disponível em: http://www.rihs.ufscar.br/pdf/sobre_hs.pdf. Acesso em: 26/11/2009.

EHRENREICH H. John. Coping With Disaster – A Guidebook to Psychosocial Intervention, 2001. Disponível em:<http://www.mhwwb.org>. Acesso em: 13/03/2009. 

EMERGENCY MANAGEMENT INSTITUTE. CERT – Community Emergency Response Team – Participant Manual. Human Technology, Inc. Virginia-USA, 2003. Disponível em:<https://www.citizencorps.gov/cert/training_downloads.shtm>. Acesso em 15/01/2009. 

FAHY, R.F.; PROULX, G. `Panic` and human behaviour in fire. NRC Institute for Research in Construction, 13/07/2009. Disponível em:<http://www.nrc-cnrc.gc.ca/obj/irc/doc/pubs/nrcc51384.pdf>. Acesso em: 04/10/2009.

GARCIA, Renedo Mónica; BELTRÁN, José Manuel Gil; VALERO, Mar Valero Valero. Psicología y Desastres: aspectos psicosociales. Castelló de la Plana: Universitat Jaume I. DL, 2007. Disponível em: <http://books.google.com.br/books?id=gshR3w0Q64gC&printsec=frontcover#v=onepage&q=&f=false>. Acesso em: 21/10/2009. 

NSW INSTITUTE OF PSYCHIATRY. Disaster Mental Health Response Handbook. New South Wales – Sydney, 2000. Disponível em: <www.nswiop.nsw.edu.au>. Acesso em: 03/2009.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Guía Práctica de Salud Mental en Situaciones de Desastres – Capítulo VI e VII. OMS/OPS, 2006. Disponível em: http://www.paho.org/Spanish/DD/PED/GuiaSaludMental_cap6.pdf. Acesso em: 22/10/2009.

PROULX, Guylene. Cool Under Fire. Fire Protection Engineering 16, 2002. Disponível em:< http://www.fpemag.com/_pdf/archives/fpe_fall_2002.pdf>. Acesso em: 25/10/09.

RIPLEY, Amanda. Impensável – Como e por que as pessoas sobrevivem a desastres. Amanda Ripley; tradução Helena Londres. São Paulo: Globo, 2008.

RODRIGUEZ, Jorge. Guía Práctica de Salud Mental en Situaciones de Desastres. (OMS, OPS; 2006). Disponível em: <http://www.paho.org/Spanish/DD/PED/GuiaSaludMental.htm>. Acesso em: 06/09/2009. 

SANTIAGO, Valero. El Pánico y el comportamiento colectivo. Centro de Treinamento de Bombeiros Profissionais, [2006]. Disponível em:< http://www.belt.es/expertos/HOME2_experto.asp?id=3361 >. Acesso em: 30/06/2009.

SANTIAGO, Valero. Psicología en emergencias y desastres una nueva especialidad, [200-]. Disponível em: <http://www.monografias.com/trabajos10/emde/emde.shtml?monosearch>. Acesso em: 05/09/2009.

Seminário Nacional de Psicologia das Emergências e dos Desastres – Contribuições para a Construção de Comunidades mais seguras. Conselho Federal de Psicologia. Brasília, 2006.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui